Artigos | 03 Fevereiro 2017

O trabalho é uma escola, ou a escola está no trabalho?

Há quem diga que o mercado de trabalho tem muito a ensinar, porém o ponto aqui não é o quanto você pode aprender no mercado, porém o quanto o seu trabalho pode parecer com seu ensino médio.

por

Há quem diga que o mercado de trabalho tem muito a ensinar, porém o ponto aqui não é o quanto você pode aprender no mercado, porém o quanto o seu trabalho pode parecer com seu ensino médio.

Você cresceu, chegou a tão sonhada fase adulta e achou que fosse deixar aqueles velhos tempos de colégio pra trás, mas adivinhe: o seu trabalho é só um copy e paste do seu ensino médio. É claro, com um cenário menos colorido, um ambiente mais formal e pessoas mais bem arrumadas, ou não.

Veja o seu trabalho! Existe aquele colega que é mais engraçadinho, aquele que não tem muitos amigos, a bonitona (ou bonitão), o fofoqueiro(a), o(a) puxa saco e aquela pessoa focada, que se assemelha aquele seu antigo colega CDF da sala.

E sim…ainda existem grupinhos. Bom, eu até entendo que seja normal, você ter mais afinidade com uma pessoa ou outra, mas em alguns momentos cria-se o ódio, o ranço sem nenhum motivo aparente, a implicância e pronto: estão criados os grupos que NUNCA se misturam, só quando são obrigados nas festinhas de final de ano…

O chefe neste cenário empresarial escolar — pode assumir três tipos de papéis de professores: o que ensina e todo mundo sente falta quando acaba a escola, do professor que você odeia com todas a forças ou daquele que é meio blasé, mas que quando falta vira FESTA.

Ah, e sim, você ainda precisa se PROVAR. Não basta saber o que vai cair no teste, ou como se diz no mundo empresarial, saber fazer seu job. Você precisa mostrar para o que VEIO, fazer amigos (contatos), saber apresentar o trabalho (falar bem em reuniões), ter um bom relacionamento com os professores (diretores, coordenadores, VPS, aqueles que tem o poder), evitar ao máximo que a sua mãe seja chamada na escola (receber um feedback negativo) e lógico nada de expulsão (demissão), afinal tem muita escola em greve (o mercado tá em crise).

Agora, confessa pra mim..talvez você nunca tenha olhado desta forma, mas o mercado de trabalho replica o modelo de convívio do ensino médio. No final das contas, a competição por atenção, o conflito de interesses e as inseguranças nos perseguem na vida adulta, o que nos volta para o tempo das cavernas estudantil.

Compartilhe

Share this:

Sobre o Autor

Barbara Vilas

Publicitária, fã de mídias sociais, apaixonada pela família e por alguns ídolos do R&B. Hoje, trabalho com monitoramento e interação em redes sociais, amanhã, só Deus sabe. Aquela que trará boas notícias de marketing digital e questões num ponto de vista diferente sobre o design e a comunicação.

Ver Todos os Posts

Fique por dentro de todo conteúdo do DesignFera!