Artigos | 12 maio 2015

A ciência dos Memes

Você conhece memes e tem uma leve impressão de que não há rede social sem eles, mas será que você sabe que há uma ciência por trás dos memes?

por

Você conhece memes e tem uma leve impressão que eles são a alma da internet, mas será que você sabe que há uma ciência por trás dos memes? Sim, ela existe e se chama memética. Bom, vou explicar a origem desse importante aspecto da internet.

cienciadosmemes

O termo meme possui o significado de imitação. O conceito tem origem no livro: “O gene egoísta” de Richard Dawkins, um biólogo evolutivo e escritor britânico. Neste betseller há a apresentação do conceito de meme, um equivalente cultural do gene, ou seja, da mesma forma que as características genéticas são transmitidas hereditariamente, ideias e comportamentos também seguem o mesmo caminho, passando por um mecanismo de seleção natural. Por conta disto, a palavra meme foi criada com o intuito de remeter ao termo gene e memória. Este conceito é estudado pela memética.

Os memes podem ser sons, imagens, crenças, doutrinas, hábitos, desenhos, línguas, valores éticos e morais ou qualquer outra representação mental que possa ser reproduzida e aprendida com facilidade. Quando o termo é utilizado fora do contexto científico pode passar a ideia de apenas a transmissão de conteúdos entre mentes, contudo, no conceito de Dawkins, os memes são replicadores de comportamentos, sendo assim, tratam-se de características ligadas ao intelecto que passam de geração para geração por meio da imitação.

Alguns estudiosos da memética, mais radicais, acreditam que tudo que não está incluso no código genético, tirando as necessidades fisiológicas, são memes. Tudo o que é transmitido socialmente ou ensinado pode ser um meme. Daniel Dennett, um filosofo cognitivista e professor norte-americano, acredita que algumas ideias são plantadas no cérebro humano e ditam a maneira de uma pessoa agir e perceber o mundo ao seu redor. Dennett aponta ainda que maior parte do que é disseminado culturalmente não se trata de pensamentos novos e originais, e sim de ideias já utilizadas anteriormente, que são reproduzidas na sociedade, um processo que se assemelha a uma infecção.

Na definição de Susan Blackmore, escritora inglesa, psicologista e defensora da memética: “memes são instruções para realizar comportamentos, armazenados no cérebro (ou em outros objetos) e passados adiante por imitação”. Seguindo esta forma de pensamento, marcas como: Burger King, Starbucks e Coca-Cola são memes, pois são ícones culturais difundidos de pessoa para pessoa ou de forma massiva, pelos meios de comunicação, e acabam por determinar o comportamento humano.

Isto também pode ser percebido nas Igrejas e as suas histórias, que são transmitidas pelos seus devotos, que seguem o modo comportamental pregado por estas instituições. É neste ponto, contudo, que a memética torna-se fragilizada, pois ainda não se há uma visão consistente do que é um meme, assim como não se sabe quantos memes são necessários pra formar objetos culturais ou doutrinas, ou até se estes são formados por um conjunto de memes ou por apenas um único. Independente da sua correta definição, ocorre que os memes colocam em dúvida o livre-arbítrio do ser humano e o conceito que cada ser tem de si próprio.

Bom, ter esse conhecimento científico sobre memes, é importante porque nos mostra que eles são muito mais do que imagens engraçadas na internet. Memes definem um pouco quem somos e o que gostamos de compartilhar. É possível até dizer, que para se relacionar com um consumidor online, a marca precisa entender o que ele compartilha, pois isso define qual é o compartamento deste usuário.

Tags:,

Compartilhe

Share this:

Posts relacionados

A utilização de memes na internet

porBarbara Vilas

Artigos

A utilização de memes na internet

Memes x Virais x Menes

porBarbara Vilas

Artigos

Memes x Virais x Menes

Sobre o Autor

Barbara Vilas

Publicitária, fã de mídias sociais, apaixonada pela família e por alguns ídolos do R&B. Hoje, trabalho com monitoramento e interação em redes sociais, amanhã, só Deus sabe. Aquela que trará boas notícias de marketing digital e questões num ponto de vista diferente sobre o design e a comunicação.

Ver Todos os Posts

Fique por dentro de todo conteúdo do DesignFera!