Escultura | 12 dezembro 2017

Artista cria obras com lixo eletrônico

O artista plástico Marcos Sachs transformou equipamentos quebrados em retratos com o lixo eletrônico.

por

Quando qualquer equipamento eletrônico perde sua utilidade, a maioria (que pode até ser tóxico) vira lixo comum. Entretanto as industrias tem começado a olhar com mais cuidado para esse tipo de resíduo, mas esses materiais já são reutilizados há um bom tempo como arte. Com o lixo eletrônico da Coopermiti, o artista plástico Marcos Sachs transformou “sucata” em obra de arte.

Todos os materiais se transformaram em esculturas, painéis e no retrato do escritor francês, Michel Houellebecq. “Acredito que a arte seja uma ferramenta especialmente útil na conscientização de várias causas da maior importância, como é a da reciclagem”, afirma o artista.

Making of do retrato de Houellebecq

Making of do retrato de Houellebecq

Retrato de Houellebecq

Retrato de Houellebecq

Sobre o material escolhido, Sachs afirma que foi levado pela curiosidade. “Além do aspecto da preservação ambiental, o que também me atraiu para a reutilização de materiais descartados foi a curiosidade que tinha para certas experimentações em pintura figurativa, buscando substituir a tinta tradicional por objetos coloridos. Algo intermediário, entre pintura e instalação”, conta.

Escultura para o Filme Comercial da Tim

Escultura para o Filme Comercial da Tim

Painel para a empresa Big Data

Painel para a empresa Big Data

Artista cria obras com lixo eletrônico

Artista cria obras com lixo eletrônico

Para quem deseja colaborar com o trabalho da cooperativa de reciclagem, o serviço é gratuito. A Coopermiti ainda realiza excursões para escolas e visitas guiadas que podem ser agendadas pelo site da cooperativa.

Compartilhe

Share this:

Posts relacionados

Comico Art Musuem Yufuin por Kengo Kuma

porDouglas Zanon

Arquitetura e Interiores

Comico Art Musuem

Sad Clown face

porDouglas Zanon

Ilustração

Sad clown face

Sobre o Autor

Ramires Silva

Publicitário pós-graduado em cinema. Não vive sem música, cinema e mistérios que permeiam o universo. Reside em Brasília e ganha a vida como designer e developer.

Ver Todos os Posts

Fique por dentro de todo conteúdo do DesignFera!